Quando a gente pensa em vendas, logo vinculamos com a figura do vendedor frente ao seu cliente assinando um contrato. 

Mas a questão é que se olharmos somente o resultado final, dificilmente tanto o vendedor como o gestor conseguem ter de forma precisa a tal da “previsibilidade”. Ou seja, quantos leads eu preciso prospectar, qualificar diariamente para atingir a meta de vendas? Qual a rotina diária de horas dedicadas a prospecção?

Estudos mostram que se o processo for dividido em partes, fica mais fácil analisar onde estão as dificuldades.

E com um CRM você estabelece uma sequência de atividades pré-definidas, com o objetivo de aumentar as chances de contato com o prospect e através de uma cadência de prospecção, garantir que todos os leads sejam abordados de maneira adequada. 

Muito bem, agora, vamos à prática!

  1. Na Guia “Comercial”, você acessa a aba “CRM e Funil de Vendas”. Lembrando que aqui estou acessando uma base de exemplo, que já possui fontes e leads cadastrados. Se você tem dúvidas sobre sobre como cadastrar as fontes e os leads, na Central de Ajuda da F10 você encontra como fazer.

  2. Assim que o lead é cadastrado, pode ser que você não faça a atribuição a um vendedor/telemarketing diretamente, pois você pode deixar todos os leads como “sem dono”, assim eles serão exibidos no estágio “Não Atribuídos”. Nesta etapa, o usuário tem que clicar com o botão direito e selecionar o botão “pegar lead”. Na prática, esses leads que estão “sem dono”, ficarão livres para quem pegá-los primeiro.

  3. Uma vez que o lead passou a ter um “dono”, ele passa ao próximo estágio chamado “Atribuído”. E é sobre ele que começam as atividades. Agora, há 2 opções:


    1. clicando 2 vezes sobre lead, e então editar os campos …. ou ….

    2. clicando com o botão direito serão exibidos os atalhos para alteração dos status, agendamento da visita e inclusão das atividades.

    obs.: perceba que ao fazer qualquer movimentação de alteração de status no lead ou atividades, o F10 entende que a prospecção foi iniciada, fazendo o lead avançar para o próximo estágio, agora “trabalhando”.

  1. Navegando aqui pelas colunas, como padrão do F10, você visualiza todas as informações, além de poder agrupar, ordenar e escolher quais as que deseja serem exibidas. E nela você tem o atalho na coluna com o “A”, pra anotações rápidas de cadastro.


    1. Se você ligou e a pessoa respondeu para retornar mais tarde, é só clicar com o botão direito, selecionar a opção “Alterar o status do lead”, em seguida “Retornar Contato”, marque a data e hora de retorno. Perceba que quando estiver próximo do horário de retorno desta ligação, o F10 sinaliza com esta marcação colorida para o usuário saber que deve ligar novamente para o lead.

  2. Como próximo passo, o usuário agendou uma visita com o lead, também disponível a partir do atalho clicando com o botão direito, -> “agendar visita”. Uma vez preenchidas data e hora, o lead avança ao próximo estágio, agora chamado de “Visita Agendada”.

  3. Uma coisa bem importante é o que ocorre a seguir: desde o momento que eu passei a atender um lead, ele pode se tornar uma matrícula ou mesmo sem interesse. Em ambos os casos, o lead muda de estágio no F10, vamos ver:


    1. Se na opção “Alterar o status do lead” ou “Alterar o status da visita” for selecionado algum status que seja considerado para descarte, automaticamente este lead irá para o estágio “Descartado”. Lembrando que estes status devem ser configurados lá na guia Sistema -> Configurações Globais. Na central de ajuda F10 você encontra como fazer.

    2. Agora, no momento que esta visita se tornar um contrato, este lead avança ao último estágio do processo, chamado “Contrato”.

  4. Pronto, basta agora você conferir os registros nas abas “Visitas” e “Contratos”



Veja também:


1. Configurações Iniciais para uso do CRM da F10


2. Como cadastrar os leads no F10


3. API para envio de Leads no CRM F10 usando Ninja Forms


4. API para Integração de Dados no F10 (desenvolvimento próprio)